Você namoraria com uma garota de programa?
Conhecida como a profissão mais antiga do mundo, a garota de programa, sempre mexeu com o imaginário masculino. Fascinados e atraídos, muitos homens chegam a se relacionar com elas, em alguns casos, de forma bastante séria. 
O mais conhecido deles foi de Raquel Pacheco. A garota de programa, conhecida como Bruna Surfistinha, se envolveu com um cliente, com que veio a se casar e, por consequência do relacionamento, abandonou a profissão.
Outro caso bastante conhecido, só que no universo ficcional da literatura, é de João Maurício, personagem principal da obra Amor de Puta (Sensus), escrito por Ricardo Daumas. No livro, João se vê obrigado a mudar para São Paulo, em consequência do seu emprego. Instalado em um Flat em Moema, o homem se envolve com uma encantadora vizinha, que descobre mais tarde ser garota de programa. 


Apesar do assunto se tornar mais “comum”, o psicólogo Ailton Amélio da Silva (professor da Universidade de São Paulo), em matéria publicada pelo portal UOL, afirma que namorar uma garota de programa exige uma estrutura psicológica muito grande: “O sexo já é um tabu na sociedade por si só, ainda mais se a pessoa tem a atividade como profissão. Se alguém tem interesse em levar adiante este tipo de relacionamento, deve estar ciente de que sofrerá enormes dificuldades sociais”. 





Amélio também alerta para outra questão, que costuma assombrar a cabeça dos homens: “O que automaticamente atrapalha esse tipo de relação é o ciúme, que é absolutamente natural nestes casos. O homem, geralmente, gosta de possuir, de ser exclusivo. Entender que a sua namorada ou esposa fará sexo com diversos outros homens e levar a questão com serenidade exige muito equilíbrio. Não é fácil conviver com o fato sem que isso seja uma tortura”. 




“Passamos o resto daquele domingo e ainda um pouco do próximo dia entregues a nós mesmos, sem acordos nem expectativa declarada, apenas nós naquele momento e daquele jeito. Talvez uma concessão, talvez uma distração, ou simplesmente algo que não conseguíssemos evitar, que não nos coubesse omitir, que não fosse honesto roubar de nós mesmos. Ela se impregnava em mim, e eu podia sentir isso como se fosse o sol arrepiando minha pele no frio do inverno. Eu não queria tê-la, queria que ela me fosse, que fosse a parte não declarada e omissa da minha alma revelada enfim em carne e osso, gestos, olhares, hálito.”






Amor de Puta pode ser a metáfora da maior relação de interesse da história da humanidade, em que se vende aquilo que não deveria se entregar por negócio, mas que pode também se converter no amor mais puro, mais surpreendente, mais inesperado."                                                                                           - BLOG CACHOLA LITERÁRIA





SINOPSE: 'Amor de Puta' é uma história de amor. É uma metáfora de nossa vida, sempre motivada por interesses, em que estamos incessantemente procurando por amor, reconhecimento, razão de viver... é a história João, executivo carioca forçado, como muitos outros, a se mudar para São Paulo. Isso o faz perceber que jamais fora senhor de suas ações e, a partir daí, começa uma catarse pessoal tendo como elemento de provocação uma garota de programa, que põe seus valores de ponta cabeça. Apesar de toda a ousadia, é uma trama de questionamentos, com paixão e sensibilidade na busca de caminhos. João vive essa catarse, na tentativa de resgatar sua “criança interior”, há tanto oprimida pelos valores e dogmas da sociedade. Ele vive essa metáfora da maior relação de interesse da história da humanidade, onde se vende aquilo que se não deveria se entregar por negócio e que acaba se convertendo no amor mais puro, surpreendente e inesperado ao se deparar com a dedicação espontânea de alguém que lhe dá por carinho aquilo que aos outros vende... Viver essa história é um convite que exige coragem, todos os dias. Encontrar-se consigo, ou continuar jogando o jogo, os vários jogos da vida, no trabalho, na família, no relacionamento, onde quer que seja, até que a vida te ponha na frente de uma janela fria numa tarde de chuva em São Paulo, e não se tenha mais para onde voltar. João viveu isso. E você, vai tentar?

CRÉDITOS:
RELEASE DA PARCEIRA



20 Comentários

  1. Olá tudo bem?
    Parabéns pela parceria menina, desejo muito sucesso a ambos e aguardo a sua resenha, pois não conhecia a obra.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Tenho parceria com a LC desde ano passado ♥
    E já me enviaram muitas boas leituras.
    Aliás boas pautas também.
    Recebi o realese de Amor de Puta, porém não me agradou a história. Super contemporânea no meu ponto de vista. Mas n]ao é meu estilo.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  3. Oiii
    Parabéns pela parceria!!
    Sobre o livro: não sei se eu leria... foge do que eu gosto de ler.

    ResponderExcluir
  4. Não teria estrutura para namorar um garoto de programa, isso no meu caso. Não condeno o fato de ser, mas um relacionamento afetivo não daria mesmo. O livro parece interessante, vou deixar anotado, quem sabe resolvo ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Juliana!
    Não conhecia o livro e parece ser interessante. Li o livro da Bruna Surfistinha na época que foi lançado e achei razoável. Acho que esse segue, mais ou menos, a mesma linha. Não é bem o tipo de leitura que gosto, mas acho que ele deve proporcionar muitas debates.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi tudo bem?
    Então também recebi o release desse livro, mas infelizmente esse título não me desce, mesmo que não tenha sido intencional soa muito preconceituoso.
    Infelizmente é uma leitura que não desperta o meu interesse.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Achei interessante o assunto, com certeza bem incomum. Sobre essa temática, assisti a série Secret Diary of a Call Girl, com a Billie Piper, que interpreta uma garota de programa, e gostei.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  8. Ooi! Parabéns pela parceria viu?
    Sucesso!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oiii, eu nunca li o livro da Bruna Surfistinha, mas tenho curiosidade. Leria esse também sem problemas. Acho a temática interessante, além de que dá pra aprender bastante hehehe. Bjs

    ResponderExcluir
  10. Amei seu post. Achei bem interessante esse livro, vou ver se ainda encontro pra ler deve ser bacana.Ha e parabéns pela parceria, beijos sucesso. ♥

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pela parceria. Achei engraçado o título do post, sua resenha ficou perfeita.

    ResponderExcluir
  12. Bom, o assunto com certeza é polêmico, eu no caso jamais conseguiria viver uma situação dessas, mas não sou do tipo que julgo ou condeno quem o faz, mesmo porque minha função é cuidar da minha própria vida e nem assim dou conta rsrs
    Achei o título interessante, não é exatamente meu tipo de leitura, mas confesso que fiquei curiosa ...
    Bjs (•‿•)

    ResponderExcluir
  13. O livro tem um título forte e trata de uma questão bem delicada. Qualquer um de nós pode mudar nossa vida a qualquer momento, basta querer! Legal conhecer novos títulos, ótima resenha! Abraços

    ResponderExcluir
  14. Até me assustei com o título kkk. Mas não me importo de ler livros com temas assim: fortes, polêmicos... Na verdade acho bom lermos coisas assim, é como Os Treze Porquês. Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Eu não conhecia, mas gostei bastante, assunto bem marcante e polemico...boa leitura. 😚

    ResponderExcluir
  16. Parabéns pela parceria desejo muito sucesso. Muitos homens não leva sério mulheres de programa e ainda mais pra namorar. É um livro que não faz o meu gênero mas o livro é bastante interessante, bjs.

    ResponderExcluir
  17. Esse tema abordado no livro é realmente muito delicado a se tratar. Se bem que exclusividade não é somente do homem. Mas, não vou me aprofundar. O seu post foi muito bem escrito. parabéns.

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Não conhecia o livro e nem o autor em questão, porém achei a proposta do livro bem interessante, principalmente por levantar tantos questionamentos sobre esse relacionamento que aos olhos da sociedade é condenável. Estarei aguardando para saber mais sobre as suas impressões através da resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Mas gente, sou apaixonado por histórias desse tipo. Haahahhaha. O caso de esconder o verdadeiro sentido é incrível. Obrigado e parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  20. Oieee, que título hein? achei interessante essa ideia, por mais que idealizamos o amor, muitos ainda o veem como posso de outro, e esse livro tras conceitos que vão bem a fundo nesse sentido..


    XoXo

    http://www.leituraentreamigas.com.br/2017/04/sorteio-de-aniversario-leafaz6anos.html#.WQh0I1UrLIU

    ResponderExcluir